Despedindo de 2013: Educando com pastel e caldo de cana

6 de janeiro de 2014

Engordando com auto sabotagem

6 de janeiro de 2014

12 metas para 2014

6 de janeiro de 2014
empty image
empty image
Olá!!!
Depois de um tempo de descanso, estou de volta! Com muitas idéias legais para postar! Um feliz 2014 pra todo mundo, com muita saúde e paz!
E para começar o ano com o pé direito, nada melhor que traçar metas. Eu sou daquelas que faz lista de metas todo começo de ano: estudar mais, viajar mais, ser mais organizada, etc … Esse ano a meta principal é me exercitar mais (bem mais!) já que ano passado não tive organização para manter o ritmo como deveria.
Vejo todos os dias pessoas querendo mudar tudo de uma vez só, e geralmente acabam caindo em tentação e deixando para trás a meta. E isso acontece principalmente na perda de peso ou na reeducação alimentar. Por isso resolvi fazer um post com uma sugestão de metas a serem seguidas. São 12 metas, que você pode escolher 1 meta por mês. Assim, ao final do ano, você terá modificado muito sua vida no quesito saúde.
Observação: isso tudo é apenas uma sugestão. Se você tiver outras metas, coloque-as com essa lista. Se quiser realizar 2 metas por mês, fique a vontade! O importante é ter foco e correr atrás.
1. Procurar um (a) nutricionista: Esse é o profissional mais indicado para te dizer qual o melhor caminho para você. Ele saberá te dizer se o peso que você deseja perder é o necessário, como adequar sua dieta a sua rotina – e ao seu bolso, tirar suas dúvidas, etc. Dicas de revista, internet, amigos são sempre bem vindas e muitas vezes nos servem de inspiração. Mas cada pessoa é diferente, e necessita de métodos diferentes para modificar a alimentação e/ou o peso. E muita coisa do que se lê não é tão simples de aplicar.
2. Praticar atividades físicas regularmente: Só dieta ou reeducação alimentar não resolvem. A atividade física melhora nosso metabolismo, aumenta o gasto de energia e dá uma sensação de bem estar incomparável. Sei que muitas vezes é difícil começar e se organizar para manter a atividade. Mas é só uma questão de tempo e dedicação. Além disso, procure trocar o elevador pelas escadas, se movimente mais nas tarefas cotidianas e aproveite o verão para fazer caminhadas ao ar livre nos finais de semana. Sua saúde vai agradecer, e seu shape também :) #projetoverãoavidatoda
3. Beba água: muita gente se esquece de beber água com frequência. Aproveite o ano para deixar uma garrafa d’água em cima da mesa de trabalho, ou na bolsa, no carro… Assim você sempre se lembra de tomar. Comece tomando 3 copos por dia (um de manhã, um a tarde, um a noite). Depois duplique essa quantidade, até chegar em torno de 8 a 10 copos por dia. Se desejar aromatize sua água com manejricão, limão siciliano, limão tahiti, lima da pérsia, hortelã…
4. Durma bem: uma noite de sono bem dormida tem relação direta com a saúde e o peso. Quem dorme bem tem mais disposição e energia, e de maneira geral, procura alimentos mais gordurosos e ricos em açúcar – que fornecem energia em grande quantidade. Quem dorme mal acaba procurando estes alimentos para suprir a falta de energia que não recuperaram noite mal dormida. Procure desligar os aparelhos eletrônicos um tempo antes de ir para a cama, consulte um especialista para verificar se seu travesseiro e colchões estão corretos, tome um chá relaxante (camomila, maracujá) antes de dormir e descanse. Seu corpo irá agradecer :)
5. Não faça longos jejuns – coma de 3 em 3 horas: essa regrinha todo mundo sabe mas não consegue colocar em prática. Muitas vezes os lanches entre as grandes refeições são totalmente ignorados. Isso acontece por pura falta de organização ou falta de hábito. Por isso acho super importante procurar uma nutricionista que irá te ajudar a encontrar os lanches mais apropriados para o seu dia a dia. Depois disso, basta se organizar e manter um cardápio semanal, com todos os lanchinhos organizados. Algumas nutris (eu, por exemplo) se propõe a ir até a casa do paciente e deixar tudo pronto para a semana ou quinzena também. Só não vale ficar muito tempo em jejum!
 6. Tomar café da manhã: eu julgo como a refeição mais importante do dia. É nela que você pode e deve variar a alimentação, aproveitar para comer aquela fruta bem fresca e um pão quentinho. Quem toma café da manhã começa o dia com mais disposição, tem menos fome no almoço, e acaba perdendo peso com maior facilidade. Então deixa de preguiça e nada de dormir mais 20 minutinhos e ignorar o café da manhã! Para os adeptos do suco verde, vale lembrar que muitas vezes só o suco não é suficiente, ok?
7. Coma mais fibras: das várias pessoas que se consultam comigo, a maioria está com um consumo deficiente em fibras. E isso acaba se refletindo na saúde e no peso: muitas não tem um funcionamento regular do intestino, outras estão com os níveis de colesterol um pouco aumentado e algumas se queixam de uma pele e cabelo sem viço. Isso tudo pode ser corrigido com uma boa dose de fibras diárias. Frutas, cereais, vegetais, grãos integrais e leguminosas são os campeões nesse componente. E não vale tomar suco de caixinha achando que é fruta hein? A fibra está na fruta in natura, que infelizmente, estamos deixando de comer cada dia mais!
8. Evite os alimentos prontos e congelados, escolha alimentos frescos! : os alimentos congelados – que acabam por fazer as vezes do jantar – devem ser evitados MESMO. Ricos em gordura saturada e sódio (e com baixíssimas concentrações de fibras) são verdadeiras bombas calóricas. Além disso, não agregam valor nenhum a nossa saúde. Procure refeições práticas e fáceis que você possa preparar na sua casa, mesmo depois de um dia exaustivo de trabalho. Se você tem ajuda em casa, converse com sua nutricionista: ela pode te dar ótimas opções de receitas. Algumas nutris (eu de novo, hehe) também deixam o alimento já preparado na sua casa – tudo nutricionalmente calculado de acordo com sua alimentação, e levando suas preferências alimentares em consideração.
9. Diminua o consumo de bebidas prontas: já escrevi aqui nesse post sobre a quantidade de açúcar das bebidas prontas (sucos e refrigerantes): um bom motivo para praticamente banir essa bebida da sua vida – ou deixar apenas para ocasiões ultra especiais. E mesmo as versões lights (que não tem açúcar) devem ser evitadas: além de riquíssimas em sódio, não tem nada de saudável. O adoçante dos refrigerantes também pode ser um vilão – também já escrevi nesse post aqui sobre isso! Uma boa idéia e trocar o refri por água com gás e limão e o suco industrializado por suco natural – ou água aromatizada :)
10. Diminua o consumo de álcool: longe de mim banir a cervejinha (até porque eu adoro!) … mas será que você não está exagerando? Muitas vezes nas consultas pergunto sobre o consumo de bebida alcóolica e me deparo com a resposta ‘só nos finais de semana!’, mas muitas vezes a pessoa desconsidera a cervejinha depois do futebol de quarta, o vinho da quinta feira e por aí vai. Mais uma vez: converse com sua nutricionista! Se você estiver em processo de emagrecimento, ela poderá te dar as dicas das bebidas menos calóricas. O importante é beber muita água antes, durante e depois da ‘bebedeira’. E claro, não exagerar :)
11. Fuja da balança: muitas vezes ficar se pesando só traz frustração. Temos a insistente mania de começar uma dieta e comprar uma balança, pesando a cada dia. Um dia estamos 200 gramas a mais, outro dia 100 gramas a menos… E isso pode fazer com que a gente acabe desistindo da dieta. Se você está seguindo seu plano alimentar de maneira correta e fazendo atividades físicas, esqueça da balança. Suas roupas e o espelho devem ser os maiores companheiros da sua vida. Isso tudo porque, muitas vezes, perdemos gordura e ganhamos massa magra – o que não faz diferença na balança, mas visualmente conta muito.
12. Tenha paciência: muitas pessoas tem o desejo de perder 10 kg, outras 20 kg, algumas 5 kg… Procure sempre se lembrar que 10 kg raramente aparecem em 1 mês – por isso você não deve ter a mesma pressa para eliminá-los. Se você perder, em média, 1 quilo por mês, ao final do ano terá eliminado 12 kg!!! Por isso, muita calma nessa hora!
Um bom 2014 a todos, com muitas metas, muitos focos e muuuuuitos resultados!
Beijos,
Marina