Porque eu parei de emagrecer?

7 de outubro de 2014

Cras vulputate tellus

7 de outubro de 2014

Aplicativos que contam calorias

7 de outubro de 2014
empty image
empty image

Outro dia pedi sugestão de tema no instagram do blog – achei essa idéia muito boa – e estou cumprindo o que me pediram: já escrevi sobre emagrecimento e agora vou escrever sobre aplicativos de ‘saúde’!

Um dos aplicativos comentado foi o My Fitness Pal. Esse app (aparentemente disponível para android e iOS) faz o que o nutricionista te pergunta na consulta, hehehe: anota tudo o que você comeu no dia e no final dá uma idéia de quantas calorias foram ingeridas.

IMG_0575

Você pode fazer uma inscrição ou o cadastro através do facebook. Logo depois, vem a primeira pergunta: “Qual a sua meta? Bem, como eu disse no último post, essa pergunta “emagrecer, manter o peso, ganhar peso” é muito relativa. Afinal, você pode emagrecer e manter (ou até ganhar) peso! Ou seja: primeira pergunta fail.

Mas para mostrar para vocês o resto do app – e as falhas que podem nos induzir a erros! – coloquei a opção mais recorrente: emagrecer.

IMG_0577

Depois vem a pergunta que também discuti no último post: quanto você quer emagrecer? Pergunta muito subjetiva e até ‘perigosa’ de ser respondida sem acompanhamento de um profissional – no caso um nutricionista. Eu coloquei um número fictício (no caso 5kg).

IMG_0578

Depois sobre sua atividade física: Quão ativo você é? Essa pergunta provavelmente existe porque no algoritmo (ou seja, fórmula matemática) que calcula o quanto de calorias você deve consumir, existe um fator de atividade física – que é dividida justamente nas classificações acima: sedentário, levemente ativo, ativo, bastante ativo.

IMG_0579

Depois você coloca o peso e altura, também porque são informações necessárias para a fómula que o aplicativo provavelmente usa para se basear no gasto calórico.

IMG_0580

Depois você escolher quanto quer perder por semana! Isso para mim é surreal! Quando nós nutricionistas fazemos um plano alimentar, estipulamos uma média de perda de peso. Porém, tem dois pontos nessa ‘meta’ proposta pelo app:

– A questão de sempre: e se você perder peso em massa gorda e ganhar em massa magra? A meta de perder x ou y cai por terra.

– Essa perda depende não só de uma diferença entre gasto/consumo, mas varia de um metabolismo para o outro. E é por isso que condeno o próximo passo do app, que é:

IMG_0582

Valor calórico!!! Aí mora o perigo!!! O valor calórico a ser consumido diariamente não depende apenas de peso, sexo, idade e altura – que são as informações consideradas no app. Imaginem que uma pessoa que, assim como eu, tem 52kg, mede 1,61m, e tem 29 anos, também do sexo feminino…. Mas essa pessoa tem 30% de gordura e pouquíssima massa magra, enquanto eu tenho 20% de gordura e mais massa magra. O meu metabolismo é, com grande possibilidade, mais ‘acelerado’ que o dela, ou seja: queima mais calorias em repouso.

Além disso, nem tudo são calorias. Consumir 1200 calorias sem fibras, uma dieta nada balanceada pode ser um grande problema. 1 copo de suco de laranja tem mais calorias que um copo de coca-cola, mas tem vitamina C, fibras, frutose, e vários outros nutrientes importantes, enquanto a coca-cola só tem açúcar e sódio!

IMG_0583

Mas se mesmo assim você resolver continuar usando o app… Ele te dá a opção que você anote tudo o que comeu no dia, além do consumo de água e exercícios.

Por um lado o aplicativo pode ser interessante se você conseguir se desconectar totalmente dos valores calóricos (e de carboidrato, proteína, lipídio, etc): é uma forma de anotar a alimentação de uma maneira prática e depois mostrar para a nutricionista. E algumas pessoas, pelo simples fato de anotar a alimentação, melhoram o consumo diário.

Porém acho que o aplicativo pode causar mais frustrações e desconfortos do que benesses. Se você é daquele tipo que morre de curiosidade de saber o rótulo dos alimentos, talvez seja uma maneira mais rápida do que googlar o alimento. Mas continuo vendo essa alternativa como um tapa buraco: não é o aplicativo que vai melhorar sua alimentação, mas sim uma modificação total, de hábitos, algo totalmente comportamental. E aí gente, não tem nada que substitua uma boa nutricionista!

Mas agora vamos falar de coisa boa…

Existem alguns aplicativos muito úteis para a saúde. Um deles é o Map My Ride… eu ADORO! Esse é um app que grava seus percursos de atividade física: caminhada, corrida, pedal, etc… Eu uso muito tanto para pedalar, quanto para correr e sobretudo para andar.

Quem me segue no instagram viu que na semana retrasada eu participei de um curso num bairro próximo ao meu aqui em São Paulo. E resolvi ir e voltar andando até o curso – o que somava 14km diários – já que eu não poderia ir a academia e AMO caminhar.

IMG_0585

Aqui você tem a página principal do app, com seu nome, local, amigos – simmm, você pode compartilhar com eles! – uns prêmios (que são seus melhores índices) e a atividade recente. Percebe-se que a minha mais recente foi em outubro. Isso porque geralmente vou a academia, então não faz sentido ligar o app para correr na esteira, hehehe. Mas se tô andando na rua, no parque, ou fazendo qualquer outra atividade ao ar livre que eu me locomova, eu ligo o app.

A grande desvantagem é que o app ‘come’ bateria :(

IMG_0587

Aí você tem um feed com todas as suas atividades, e as atividades dos seus amigos!

IMG_0588

Elas ficam todas guardadinhas, e você pode clicar para ver detalhes do percurso! Ah, quanto as calorias, não levem em consideração nesse tipo de aplicativo, ok?

IMG_0589

E aqui nessa tela, você pode iniciar uma atividade física, programar a música, se tiver contador de passos – ou outro equipamento, conectar ao app… E ainda escolher o tipo da atividade!

E vocês, qual app usam para saúde/alimentação/bem estar?

Beijos e até a próxima!