Tô com fome!

5 de dezembro de 2014

O mito do detox

5 de dezembro de 2014

Contando calorias: drinks!

5 de dezembro de 2014
empty image
empty image

Eu definitivamente não conto calorias. Sou muito mais preocupada com o equilíbrio e o contexto no qual o alimento está inserido e o custo benefício.

E eu adooooro uma cervejinha. Não posso negar, está na minha essência e não abro mão mesmo! O que eu tento fazer é equilibrar o consumo com petiscos ou refeições menos calóricas. Não que eu dispense um bom pastelzinho na mesa do bar, hehehehe, mas não faço isso sempre.

cerveja

Confesso que de uns anos para cá diminuí meu consumo de cerveja (e outros drinks) porque os efeitos da ressaca não são pequenos como quando eu tinha 22 anos #velhices. Mas não deixo de lado minha querida cervejinha gelada. Hoje em dia com tanta cerveja artesanal legal, nem se fale!

Mas vamos parar de mim e vamos falar de você, que está aí estressadíssima (o) com as confraternizações do final de ano. Vai ter birita, vai ter comida, vai ter muito amigo secreto que dá chocolate, vai ter panetone, e etc… E como diria nosso querido chapolin: palma, palma, não priemos cânico.

Mesmo sendo a favor de não deixar os encontros sociais de lado por causa da comida, sei que existe uma preocupação quase sobrenatural sobre essa época. E por isso preparei uma série de posts para diminuir esse frisson chamado ‘festas de fim de ano’. Ainda mais porque tem muita gente que logo vai curtir o verão no litoral – e continua acreditando que as festas são capazes de engordar horroooooores (mas não são, e vou escrever sobre isso) – e está no maior nível de stress.

E em alguns casos vou contar as calorias para vocês. Mas com um combinado: ninguém aqui ficando doente por causa dos números! Mas sim para EQUILIBRAR o consumo. Entortar o caneco a cada confraternização além de prejudicar sua saúde, te faz reter mais líquidos e aumentar seu consumo. Eu não abro mão de #bonsdrink nesses momentos, mas é tudo na base da troca. Vou tomar um pouquinho a mais? Prefiro os petiscos assados aos fritos. Só vou tomar um chopp e me ofereceram uma batatinha? Qual o problema. Vai ter um vinho imperdível, risotto maravilhoso e uma sobremesa de chorar? Não abandone as atividades físicas.

chás

E claro, aquela dica da vovó que sempre funcionou: a cada copo de bebida alcóolica, um copo de água. Além de fazer você consumir uma quantidade menor, te ajuda a eliminar os líquidos que causam aquele inchaço típico.

E o chá de boldo? Será que resolve?

Aparentemente sim! Mas é sempre legal consultar a nutricionista: algumas espécies medicinais podem trazer problemas de saúde, ao invés de resolver os sintomas. O chá de boldo deve ser preparado com um pilãozinho e água fria (os especialistas dizem entre 15 a 20 mg de folha), e depois aquecido. Assim que começar a ferver, retirar do fogo e coar. O boldo tem um gosto suuuuper forte, mas os dados empíricos (que eu já vi acontecer, inclusive) são positivos, e parece sim ter muita funcionalidade! REITERANDO: sempre busque a opinião de um especialista!

Mas o papo é contar para vocês o valor calórico dos drinks! Fiz uma seleção de 6 bebidas: champagne, cerveja, caipirinha, vinho tinto, whisky e gin. É importantíssimo saber que 1g de álcool tem 7 kcal (enquanto 1g de proteína/proteína tem 4 kcal; 1g de gordura tem 9 kcal), e se consumido em pequenas doses pode até ter um efeito termogênico (!!!!!!!!!!!). Ah, e essa história de ‘qual bebida é mais calórica?’  é relativa. Porque 1 litro de cerveja tem aproximadamente 320 kcal e 1 litro de vinho tem 890 kcal – e aí você me diz que o vinho é mais calórico, certo? Bem meus amigos… beber um litro de cerveja e continuar de pé é muito mais fácil do que conseguir a mesma façanha com 1 litro de vinho. Logo… essa certeza ‘vinho é mais calórico!’ vira uma dúvida, certo?

 

drinks

O ideal é se divertir com responsabilidade, equilíbrio e claro: SE BEBER, NÃO DIRIJA!

Espero que tenham gostado!

Beijos,