Alimentação para gripes e resfriados

26 de maio de 2015

Você ainda conta calorias?

26 de maio de 2015

Semana 4 – #desafiopampulha #naocontocalorias18km

26 de maio de 2015
gripeealimentação
viver assim
vidasocialsaude

Quarta semana de desafio. E estou ADORANDO!

Essa semana que passou fui super disciplinada! Comecei a musculação e fiz meus treinos direitinho :) Sem nem minha vida social atrapalhar nada (milaaaaagre!). Parabéns para mim!

Na terça feira fui a academia fazer os exercícios musculares. Vou tentar fazer musculação 2x/semana, já que nas outras 4x (tenho um dia de descanso) eu corro. Como já disse nos posts anteriores, eu sigo uma planilha que a minha assessoria planeja. Acompanhamento profissional é mais do que necessário.

Eu morro de preguiça de musculação, mas comecei já a sentir umas dores típicas de quem não fortalece. E como não quero acabar com minhas articulações, melhor cuidar desse lado. A pergunta geral que surge é: Quem corre, precisa de suplemento? Bem, vou deixar essa resposta para o post de quarta feira, assim faço um ‘completão’ sobre o assunto.

Mas hoje vim contar que milagres acontecem, e quando eu achei que eu já estava de parabéns, me surpreendi quando vi que estou conseguindo equilibrar minha vida social com os exercícios. Se eu consegui, qualquer um é capaz, vai por mim.

semana4

O fato é que eu sempre gostei muito de sair e tomar uma cervejinha. Imagina se eu ia trocar minha noite de barzinho por um exercício físico de manhã? Jamais! Mas agora as coisas mudaram… Não me tornei uma pessoa que vive da corrida, mas mudei algumas coisas na minha vida.

Atenção: não estou dizendo que curto encher a cara, mas sim que gosto de tomar uns choppinhos :)

Mas hoje estou dando mais valor para uma bela noite de sono e estou conseguindo curtir sem me prejudicar. Claro que isso vem com o amadurecimento (com 25 anos eu não tinha tantas responsabilidades como tenho com 30)… mas o esporte tem ajudado bastante. Então, se você também adora tomar BONS DRINKS e que diminuir o consumo, vai na minha: um esporte é essencial

A questão é que essa semana fui pega por duas situações: eu adoro futebol e torço mesmo. Quinta feira teve jogo na Libertadores do meu time (Cruzeiro <3) e combinei de assistir com uma amiga em um barzinho, pra tomar uma cervejinha, bater papo e torcer. Tradicionalmente, o que acontece? Se jogo é as 22:00, a gente começa o ‘esquenta’ as 20:30 e fica ali bebericando e comendo uns aperitivos até o finalzinho do jogo. Evidentemente a gente não enche a cara, tá mais para um “allegro ma non troppo”… mas dá pra sentir o cansaço no dia seguinte. E claro, não querer acordar pra fazer exercício.

Mas essa quinta feira eu fiz diferente… Fui para o barzinho assistir o jogo, tomei minha cervejinha até o início do jogo. No meio do primeiro tempo migrei para a água, e no intervalo fui para casa. Cheguei lá, fiz um lanchinho, assisti o jogo em casa e dormi. No outro dia estava de pé para o treino! Vejam que coisa maravilhosa: consegui ver o jogo, tomar minha cervejinha, dormir bem e correr no dia seguinte.

vidaemomento

Na sexta, fui convidada para uma festa, mas no sábado tinha um treino mais puxado (contei no instagram, fiz 10km!!!)… não quis deixar de ir. Pesei minhas prioridades e foi uma excelente troca. A lição que fica disso é que não devemos trocar o que queremos da vida pelo que queremos hoje. Parece frase de caminhão, mas não deixa de ser mentira!

Então, ficam duas lições:

1) se você gosta de uns gorós e sabe que isso atrapalha o seu emagrecimento (e quer perder peso), sugiro um esporte que você tenha que romper barreiras, melhorar a cada dia.

2) Se você tem um objetivo de começar uma atividade física e vive adiando, pense onde você quer chegar um dia. Não faça uma inversão de prioridades. Para chegar onde queremos, não dá pra ser legal o tempo inteiro: a gente precisa abrir mão de algumas coisas que a gente gosta. Aí é pesar o que vale mais: o objetivo final ou o momento.

Beijos!