Sessão Verão: Picolé

12 de dezembro de 2014

Desafio do Natal: Panettone e Chocottone

12 de dezembro de 2014

Desafio do Natal

12 de dezembro de 2014
empty image
empty image

Estou sendo cobrada pelo post sobre as comilanças do Natal, eu assumo. Mas antes de escrever com mil orientações sobre essa maravilhosa época de comilanças sem fim, resolvi escrever sobre outro aspecto dessa época (e de outras).

Ano passado atendi uma mulher no dia 19/12. Ela estava acima do peso, de fato. Precisava e queria muito emagrecer. E já chegou falando ‘Marina, pareço doida né? Querendo começar uma dieta bem em Dezembro. Mas é que concluí que se a cada vez que eu decidir aparecer um obstáculo, eu jamais vou emagrecer’.

E sim, é bem por aí… Algumas pessoas fazem a escolha consciente de esperar passar o Natal. Mas a maioria faz uma escolha nada certa, de esperar passar algo…. Bem, agora vamos esperar passar o Natal, ano que vem o ano só começa depois do carnaval, depois tem a páscoa, daí vem o dia das mães e festa junina, férias de julho e em Agosto eu resolvo perder peso – mas claro, lembrando que temos feriados e mais um ano novo pela frente.

Festas de final de ano, carnaval, férias… Isso tudo não deve ser motivo para deixar de correr atrás da perda de peso, mas sim de ajudar mais ainda. Festas, reuniões de amigos e famílias, férias e feriados sempre existirão, e a gente precisa aprender a conviver com esses momentos, levando em conta nossos objetivos. O equilíbrio é fundamental, e essa é a hora especial, onde a gente enfrenta nossos maiores ‘pecados da gula’, e aprende a comer de maneira comedida, sem perder o prazer. Existem três hábitos recorrentes nessa época, que eu acho que devem ser evitados.

não fazer

Fazer despedidas

Quem ainda não começou a correr atrás dos quilos a mais, geralmente fala que vai se ‘despedir’ no Natal/Ano Novo, comendo tudo que vê pela frente. Eu sugiro abrir mão desse hábito totalmente sem sentido! Despedir do quê? Você vai passar o resto da vida sem comer, ou vai aprender a se alimentar direito, e fazer atividades físicas? E faz sentido comer como se não houvesse amanhã, sendo que o amanhã vai chegar e você vai querer perder peso? Por isso, aproveite para agir naturalmente: coma o que você acha gostoso e já comece a notar quais são seus pontos ‘fracos’. Observe as pessoas ao seu redor comendo, se você é o primeiro ou último a sair da mesa, se você tem predileção por determinado alimento, se toma água enquanto consome bebida alcóolica, quantas vezes repete o mesmo prato, se sente fome, se sente azia, etc. Não use o Natal ou Reveillon como um subterfúgio para se despedir da sua vida alimentar: provavelmente existem características positivas nela! Por isso, somente aproveite, sem tom de despedida!

Dia do Lixo

Eu acho esse nome HORROROSO, quem inventou tem um péssimo gosto e provavelmente não gosta nenhum pouquinho de comida. A idéia é tirar um dia da semana para comer  “besteiras” ou qualquer alimento que você julgue prejudicial para sua dieta. Então as pessoas se afogam num mar de alimentos gostosos (vamos combinar, são gostosos) por um dia, e no outro dia é vida – restritiva – que segue. Não é muito mais fácil equilibrar esse consumo do que ficar se entupindo de comida durante 1 dia?

Outro dia alguém falou: “esse mês vou fazer dia do lixo no Natal”. Nossa, mas no Natal? Que sacanagem chamar a comida do Natal de comida lixo, e não comer o restinho da ceia no dia seguinte – é a melhor parte né? Hehehehe. Outro problema do dia do lixo é que, além de desnecessário, não resolve e pode fazer mal. Se você passa a semana inteiro comendo ‘certinho’ e depois se enche de comidas mais pesadas então, nem se fale!

Esquecer as atividades físicas

correr comida

Claro que não tenho a pretensão nenhuma de mandar ninguém sair correndo no dia 25 né? Mas fazer das férias um tempo sabático do sedentarismo, para quem está tentando emagrecer, definitivamente é legal. Se você vai ficar de folga, aproveite o tempo para praticar atividades recreativas, caso não tenha a mínima vontade de se mover até a academia mais próxima. Andar de bicicleta, correr com os filhos (ou primos, sobrinhos, tios, amigos), passear com o cachorro ou dar aquela volta a pé pelas suas ruas favoritas.

As listas de ‘como sobreviver ao natal’, ‘como não ganhar peso no natal’, ‘como fazer dieta no natal’ são enormes, e se espalham por aí. Mas não é muito melhor entender o que você está comendo do que evitar isso e aquilo?

Acredito que é muito mais fácil evitar as grandes restrições, substituir o ‘não pode’ pelo ‘será que eu deveria agora, nesse momento?’… Se você encarar o Natal – e somente os dias de Natal e Ano Novo – com leveza e diversão, certamente nada sairá do controle. E nos outros dias: equilíbrio!

Mas claro, não faltarão posts sobre as comidinhas do Natal e Ano Novo, pra matar a curiosidade de todo mundo!

desafiodonatal

Por isso, a partir da próxima semana, todas as quartas feiras virão recheadas de posts sobre os alimentos mais consumidos nessa época. Para deixar todo mundo curioso e com água na boca, o assunto do primeiro será: Panetone!!!!

Espero que gostem!

Mil beijos!