Porque engordamos?

20 de agosto de 2014

Frutas e felicidade

20 de agosto de 2014

Vou contar sobre a gordura corporal

20 de agosto de 2014
empty image
empty image

Anteriormente a preocupação com gordura corporal era superestimada pelos frequentadores de academia musculosos ou então por pessoas acometidas por transtornos alimentares. Mas com o advento maravilhoso #soquenao dos instafitness, a gordura corporal passou a ser conversa também daquelas pessoas que impulsionadas pela rede social (algo ‘positivo’ tinha que surgir né?) começaram a praticar mais atividade física. 

E é um tal de ‘qual seu BF?’, ‘Quantos % de gordura você tem?” pra lá e pra cá. 

O que é percentual de gordura corporal? O que ele significa?

body fat

O BF (referente a Body Fat) e a porcentagem gordura corporal são parâmetros que nos dizem quanto de gordura temos no nosso corpo.

Exemplo: se você pesa 100kg e tem 30% de gordura, quer dizer que 30% do seu corpo é gordura – logo, 30kg. 

Níveis altos de gordura corporal podem estar relacionados com problemas cardiovasculares, altos níveis de glicose sanguínea, etc. Níveis de gordura coporal muito baixos podem refletir em desordens hormonais e constantemente são associados a transtornos alimentares.

E qual a quantidade de gordura ideal?

Ideal é trabalhar sem prejudicar sua saúde e com metas alcançáveis. Ideal é não querer ser igualzinho o outro, porque isso meus amigos, só nascendo novamente. Por isso, depende. Existem algumas tabelas usadas como referência de porcentagem ideal, mas essa história de peso ideal/normal é muito relativo. Cada um tem um tipo físico, rotina, alimentação, atividade física, genética, etc. Quem irá definir o percentual ideal é você e seu nutricionista – através não só da avaliação da gordura corporal, mas de outros parâmetros – inclusive comportamentais. 

Mas infelizmente o índice de gordura corporal é mal utilizado! Não só pelas pessoas leigas, mas por profissionais que se equivocam utilizando essa medida como objetivo único e primordial. A análise da gordura corporal é um exame importante, mas não deve ser visto pontualmente.

real body

Várias referências podem ser utilizadas, como Pollock & Wilmore, American College of Sports Medicine, entre outras.

É louvável que uma pessoa queira melhorar a saúde, e por isso diminuir a porcentagem de gordura corporal. Nesse caso as referências  – com várias outras – valem para demonstrar a importância e traçar uma meta de perda de peso. Afinal o emagrecimento só vale a pena se houver redução de gordura corporal e manutenção ou aumento da massa magra (músculos).

Quem deseja melhorar o corpo por estética também pode utilizar essas medidas de referência, mas nesse caso específico, eu acredito que existe uma medida melhor do que qualquer número: o espelho. Se você está se sentindo bem com 20% de gordura corporal, mas a coleguinha do instagram falou que ela tem 14%, não tem porque se desesperar. Talvez o seu tipo físico não chegue com saúde aos 14%, talvez você tenha que mudar tanto a sua alimentação que pode acabar se frustrando… O importante é olhar no espelho e gostar do reflexo – claro, tendo em mente a idéia principal de saúde. Algumas pessoas simplesmente ficam presas a números e isso definitivamente não é legal.

Qual o melhor jeito de avaliar a gordura corporal?

ISNTAGRAM GORDURA

Depende de quem está avaliando! A bioimpedância, quando bem utilizada, é um exame que mostra ótimos dados,não há como negar. Mas a avaliação de gordura por pregas cutâneas (aquele aparelhinho que os nutris ‘beliscam’ a nossa pele) também não deixa a desejar. Algumas variáveis são importantes: tipo de aparelho e viés que devem ser seguidos para a realização do exame. Ambos só são bons se o avaliador (no caso nutri, médico ou preparador físico) escolher o melhor para o paciente. Logo, independente do exame, ele só será eficaz se for bem utilizado!

Eu, por exemplo, tenho os dois aparelhos a minha disposição no consultório, porém a escolha do exame vai depender do paciente. Continuo sendo do time que torce pelo espelho e bem estar acima de tudo, mas dados físicos também são importantes. Por isso algumas vezes uso a bioimpedância, em outras o exame físico e em algumas os dois exames. Quando procurarem um nutricionista lembrem-se: não existe material perfeito, existe exame bem feito. 

Devo me preocupar somente com minha gordura corporal?

Nãooooooo! Preocupe-se também com a sua massa magra (ou seja, quantidade de músculos contidos no seu corpo). Também observe sua saúde e o espelho. O foco é ter saúde e se amar muito!

Não estou desclassificando a gordura como critério de avaliação: esse valor tem muita importância para qualquer tratamento/diagnóstico nutricional. Mas vejo que muuuuuuuitas pessoas dão atenção a esses valores de maneira totalmente equivocada e leviana. Procure SEMPRE um nutricionista/educador físico sérios, que trabalhem dentro dos valores reais para o seu estilo de vida. 

Também não adianta fazer mil e um malabarismos alimentares, reduzir a quantidade de gordura e depois voltar a comer como antes: a gordura volta junto com os velhos hábitos. Por isso se reeducar é muito importante.

E lembre-se que números são parâmetros importantes sim (principalmente aqueles dos seus exames laboratoriais). O restante nos conduz a um objeitvo, mas o que conta no final é sua saúde e sua satisfação pessoal!

se ame copy

Espero que tenham gostado!

Beijos,

assinatura

Bioimpedância é um método indolor que mede a gordura corporal através de uma corrente elétrica de baixa amplitude.