Não Conto Calorias no Youtube!

8 de novembro de 2016

Post Desmotivacional

8 de novembro de 2016

Orgânicos, economia solidária e Instituto Chão

8 de novembro de 2016
Para pais, filhos e educadores
motivation
organicos

Há umas duas semanas fui caminhando até a Vila Madalena e acabei passando na frente do Instituto Chão. Já sabia da existência deles mas nunca tinha ido conhecer. Sabe quando você acha que o lugar é legal mas depois que conhece é bem melhor? Foi assim.

Eu já sabia que eles comercializavam alimentos orgânicos a preços bem mais acessíveis que um supermercado, mas não entendia bem como isso funcionava. Como a produção do produto orgânico é menor, o volume reduzido e afeta a distribuição e o preço final: orgânicos então são mais caros. É difícil manter uma alimentação totalmente orgânica, seria algo até meio utópico… mas com iniciativas como o instituto chão, introduzir mais alimentos orgânicos na alimentação é possível. 

A vantagem do alimento orgânico não é só a ausência de agrotóxicos ou adubos químicos. A produção orgânica vai além da não utilização desses produtos. O cultivo deve respeitar outros aspectos ambientais, sociais, culturais e econômicos. Quando você compra um produto orgânico, está valorizando o produtor – muitas vezes local; consumindo um alimento mais rico em vitaminas, minerais e antioxidantes e fortalecendo toda a cadeia alimentar.

Obs: Sou contra a condenação de alimentos não orgânicos. Vivemos num país onde a maior parte da população não está comendo o básico arroz e feijão, imagina produto orgânico. Mas iniciativas como o instituto Chão são muito, muito, muito interessantes! 

Produtos industrializados também podem ser orgânicos.Para isso, o produto deve ser composto por no mínimo 95% de ingredientes orgânicos. Aqueles que tem entre 70 e 95% dos ingredientes orgânicos são considerados ‘produtos com ingredientes orgânicos’.

Chegando no instituto chão, vi várias caixas distribuídas bem na entrada de uma espécie de loja/galpão, com várias frutas e legumes. Eu comprei morango, tomate, limão siciliano, tomilho e erva doce.

Na parte de dentro eles tem um balcão com bebidas – meu namorado tomou um café super gostoso, também orgânico – e outros alimentos, que vão desde grãos (tem arroz, feijão, castanhas, etc) até ovos, queijos e conservas. Comprei um pote de ricota de búfala, uma burrata (amo!), ovos e geléia de jabuticaba. Até que chegou a hora de pagar a conta: a maior parte da surpresa.

Lá no Chao, eles vendem o produto pelo mesmo preço que compram do produtor. As outras taxas que geralmente vem embutidas no preço do produto que compramos no supermercado (lucro, transporte, impostos, etc) estão expostas numa lousa bem grande que fica atrás do caixa interno.

Mas voltando ao pagamento: minha compra – que está descrita abaixo na figura – deu R$45,60. Na hora do pagamento, eles sugerem uma contribuição de 30% do valor da compra para manter o instituto e arcar com  todos os gastos. Somando os 30%, minha compra ficou em aproximadamente 60 reais.

60 reais é uma parte do que eu gasto para fazer a feira semanal para a minha casa. Mas sem produtos orgânicos, sem geléia, sem burrata e outros produtos mais caros e indulgentes como esses. Então resolvi comprar o preço dos produtos do Chão + 30% com uma compra simulada em uma grande rede de supermercado. Vejam a diferença…

chao

Os alimentos marcados com o coração verde são orgânicos. Aqueles que não foram marcados com o símbolo, são produtos convencionais. Ou seja: mesmo comprando alguns alimentos não orgânicos e colaborando com os 30%, a compra do supermercado ficou BEM mais cara. Vale pagar a diferença no Uber que te leva até a Vila Madalena e aproveitar o instituto. Eu certamente voltarei e tenho planos de começar a fazer mais compras por lá. É muito boa a sensação de colaborar com esse tipo de economia solidária!

O instituto fica na Rua Harmonia, 123. Vale entrar no site ou na fanpage do facebook para verificar horários e forma de funcionamento! Ah, e o pagamento preferencialmente deve ser feito em dinheiro ou débito!

https://www.facebook.com/institutochao/

Quem já foi, gostou? E quem vai?

Beijos!

Em tempo: eles não estão mais funcionando aos sábados :( Mas parece que alguns produtores ainda estão expondo seus produtos por lá nesses dias!