Saúde Solitária

11 de março de 2016

Bons e velhos hábitos

11 de março de 2016

Verdades e Mitos do Vegetarianismo

11 de março de 2016
empty image
empty image

Beijão pra Bel e Bart, minhas musas vegetarianas

Muito se diz sobre o vegetarianismo. Entre mitos e verdades, muito se sabe e pouco se entende. Separei algumas questões super discutidas sobre o assunto, para tentar clarear um pouco a cabeça de vocês (vegetarianos ou não).

vegetarianossaudáveis


VERDADE…

Alguns bons estudos mostram que o vegetarianismo é positivo na prevenção de doenças renais e alguns tipos de câncer, como o pulmonar e o colorretal. Os vegetarianos também podem ter taxas menores de LDL (colesterol ruim) e triglicérides quando comparados aos onívoros.

… E MITO

Muita gente quando vê um vegetariano pensa: Nossa, que saudável! Deve comer um monte de fruta e verdura né? Bem, não é por aí. Não comer carne não te transforma automaticamente num comedor de salada e grãos integrais. Com a retirada da carne na alimentação, muita gente acaba aumentando o consumo de carboidratos refinados, gordura hidrogenada (trans) e sim, muuuuitos alimentos industrializados de baixa qualidade nutricional. Obviamente muitas pessoas optam pelo vegetarianismo e melhoram muito a alimentação, mas muitas outras usam e abusam de alimentos de qualidade pior.

vegetarianosmaismagros

MITO

Não podemos generalizar. Não comer carne não garante magreza, e como citei acima, nem todo vegetariano é o papa da saúde. Tem gente que se interessa pelo lifestyle vegetariano e acaba se aproximando mais de questões que envolvem o meio ambiente, a alimentação mais ‘natureba’, os esportes… isso é EXCELENTE. Mas muita gente não come carne simplesmente porque não quer, não abre mão das ‘tranqueirinhas’ em excesso e continua no sedentarismo – o que facilita na hora de ganhar peso. O que define seu peso não é a presença ou ausência da carne, mas sim seus hábitos em geral (sono, stress, atividade física, qualidade/quantidade da alimentação)

VEGETARIANOS SÃO ANÊMICOS

Mito: o que eu vejo hoje no consultório é uma taxa muito similar entre vegetarianos e não vegetarianos. Precisamos entender que existem vários tipos de anemia, e aquelas provocadas pela alimentação não são exclusivas dos vegetarianos. Mas no caso dos vegetarianos o consumo de ferro pode ser reduzido por vários motivos: pelo simples fato de excluir a carne da alimentação (uma fonte importante de Ferro e Vitamina B12) e pelo possível aumento do consumo de alimentos ricos em fitato (que pode atrapalhar a redução de zinco e ferro).

fitato

VEGETARIANOS TEM DEFICIÊNCIA DE B12

Mito e verdade: a vitamina B12 (cianocobalamina) é uma vitamina hidrossolúvel encontrada principalmente em leite, carnes e ovos. Quando ingerimos fontes de vitamina B12, essa se liga ao fator intrínseco (FI) no estômago e vai até o íleo, onde é absorvida. A vitamina B12 é importante para a formação e maturação das hemácias (células do sangue) e para o bom fucionamento do sistema nervoso. A deficiência de B12 pode causar anemia e, num grau mais grave, desmielinização (desgaste da barrinha de mielina – substância que ‘cobre’ os nervos).

Os sintomas (formigamentos, cansaço e perda de força muscular) podem demorar muito tempo para aparecer, por isso quando se descobre, a deficiência se cronificou – e quando não tratada, pode desencadear sérios problemas neurológicos.

Vegetarianos estritos e/ou veganos tem uma chance maior de ter deficiência de vitamina B12, mas essa opção alimentar pode também não gerar problemas. Já os ovolactovegetarianos e pescovegetarianos correm um risco menor dessa deficiência. Onívoros também podem ser afetados pela deficiência de B12, mesmo se alimentando de carnes: isso acontece quando temos problemas gástricos que reduzem a produção de fator intrínseco (mas isso é papo para oooooutro post!).

VEGETARIANOS SÃO CHATOS?

ESCOLHA

MITO MITO MITO. Chato é quem quer catequizar todo mundo. Tem vegetariano que se acha superior, tem onívoro que acha os vegetarianos malas, tem vegetariano que não se importa em ir num churrasco e onívoro que não se importa em comer abobrinha. Generalizar não é a palavra de ordem aqui!

Fica meu conselho: procurem um bom nutricionista e façam exames de saúde periódicos (você sendo ou não vegetariano, vale a pena entender mais sobre sua alimentação).

Até a próxima!