Vou contar sobre a batata doce…

26 de maio de 2014

Para os nutricionistas!

26 de maio de 2014

Vou contar sobre a alfarroba!

26 de maio de 2014
empty image
empty image

O chocolate ao leite foi banido da alimentação de quem procura ser saudável/barriga negativa/barriga trincada/bumbum durinho/#projetoverão /#beijinhonoombroparaasrecalcadas e por aí vai.

Afinal, o chocolate ao leite é cheeeeeio de açúcar, cheeeeeeeeeio de gordura e péssimo pra saúde (palavras das pessoas acima). Então substituiu-se pelo chocolate amargo, que de fato tem mais cacau e menor quantidade de gordura. Até que surgiu a milagrosa, revolucionária e deliciosa #sóquenão alfarroba!

E será que ela é esse milagre todo?

Vamos começar pelo comparativo:

Slide1

 

De fato, a alfarroba tem lá suas vantagens: valores baixíssimos de açúcar, gorduras de origem vegetal (zero de gordura anima ou hidrogenada) e para os alérgicos/intolerantes, nenhum leite ou alimentos que contenham glúten. Muito bom, mas será que vale a pena trocar?

Essa é uma discussão para várias horas… mas resumidamente, eu não indico a substituição, a não ser que você goste!

O consumo excessivo de açúcar é sim prejudicial, assim como o consumo excessivo de gorduras, carboidratos e proteínas – o EXCESSO faz mal. Mas ficar tapeando a vontade de comer chocolate com uma sobremesa que não tem nada de gostosa (desculpa gente, mas não é boa não!) pode ser até prejudicial. Isso porque quando fazemos uma restrição muito grande de um alimento que gostamos muito, acabamos aumentando a voracidade por ele. Sim, isso é um fato. E as vezes, de alfarroba em alfarroba, acabamos detonando uma barra de chocolate na primeira oportunidade, e só percebemos o estrago no final da comilança.

eu só quero chocolate <3

eu só quero chocolate <3

Chegar a esse equilíbrio é difícil, eu sei. Mas é necessário treinamento, disciplina e paciência. Outro dia alguém comentou no meu instagrm, quando coloquei a foto de uma sobremesa que comi : “a-m-o doce! Mas, tenho que confessar que sou zero controle, zero equilíbrio. Ainda mais quando se trata de chocolate, bolos e sorvete. Dai prefiro nem chegar perto pq prefiro pecar pela falta do que pelo excesso (nesse caso)”. Quem nunca tomou essa decisão de restringir tudo pois quando come acaba se perdendo? Já parou para pensar que essa falta de controle para comer o que gosta é justamente pela restrição, e não o contrário? Como eu disse, se disciplinar é tarefa árdua. Tente comer um pedacinho só por dia! Chutou o balde? Não desista, volte ao normal… é assim. Altos e baixos. Mas vale muito a pena :)

Outro problema da substituição do chocolate pela alfarroba, é que você pode acabar ‘descontando’ o que você sente falta (no caso o açúcar) em outros alimentos – que podem ser até saudáveis – e muitas vezes sem perceber. Um dia atendi uma pessoa que estava sem comer nada de açúcar, mas para compensar, comia 4 bananas depois do almoço. Banana é super saudável? É! Mas 4??????????? Não era melhor comer um pedacinho de chocolate e uma banana, ou só um pedacinho de chocolate?

dessert

Por isso eu digo e repito sempre: não existe milagre, não existe alimento péssimo/maravilhoso e é muito importante procurar o (a) nutricionista, principalmente alguém capaz de avaliar seu comportamento alimentar acima de te indicar qualquer alimento fruto de modismo. O bom profissional é aquele que consegue adequar sua alimentação ao seu hábito, rotina e gosto, e não aquele que faz sua conta de supermercado triplicar com um monte de comida milagrosa! Entendido?

E falando nisso…

Aqui tem um vídeo (com participação da minha belíssima prima diva/deusa/mamãe do ano/nutricionista/’ídola’) que mostra de uma maneira ilustrativa que não é só o açúcar, ou só a gordura que faz a gente ter uma saúde ruim, mas sim um conjunto de fatores.

O importante é conseguir comer um pedacinho de chocolate, e não a barra inteira! Seja ele ao leite, amargo, etc. Além disso, você vai economizar seu bolso: 1 barra de alfarroba (50g) custa em média R$6,00, enquanto uma barrinha do seu chocolate preferido pode custar, em média, R$3,00.

Se for pra gastar, que seja a energia da sobremesa :)

Espero que tenham gostado!

Beijos,

assinatura