Não conto calorias e Bendita Festa!

4 de setembro de 2013

Bifum Vegetariano

4 de setembro de 2013

Vou contar sobre a comida japonesa!

4 de setembro de 2013
empty image
empty image
Eu amo comida japonesa. Se eu pudesse, comeria todos os dias – sem exagero. Acho a comida tão leve e saborosa…
Muitas pessoas me perguntam constantemente sobre as calorias e a quantidade dos sushis, e me contam que comeram váááárias peças de sashimi ‘porque é light’ e não engorda.
Claro que escolher os sashimis (só a fatia de peixe) é melhor do que escolher os sushis (ou niguiri sushis) que são os peixes sobre uma pequena quantidade de arroz.
Comida japonesa engorda sim – se consumida em excesso, como todas as outras ‘comidas’.
Abaixo, uma relação dos peixes mais ‘comuns’ nos restaurantes japoneses em ordem crescente de valor calórico!
Niguiri Sushi de Kani

Primeiro colocado: o Kani (mais conhecido como salsicha do mar!). O kani, em tese, seria carne de caranguejo. Mais não é bem por aí… O kani é composto por surimi de peixe (que é um produto obtido a partir do músculo de pescados), água, clara de ovo, amido de trigo e batata, vinho de arroz, sal, açúcar, proteína de soja, óleo vegetal, aromas, realçadores de sabor e corantes).
5 unidades de kani tem (em média) 21,52 kcal e pouquíssima gordura. 
Eu admito que eu gosto de kani, não como sempre, mas se tiver na salada, no temaki, eu como sim. #detestohipocrisia
Sashimi Peixe branco (robalo)
Segundo colocado: Peixe branco. Vários tipos de peixe branco podem ser utilizados nesta categoria – desde o mais barato, até o mais caro. Além disso, depende muito da qualidade do restaurante e da época do ano. Leia aqui uma notícia (antiga, mas ótima) sobre os peixes brancos
Os peixes mais utilizados são: prego (o peixe mais barato), pargo, olhete, serra, tainha, saint peter, robalo e tilápia. Eu comecei a perguntar qual o peixe branco do dia (e já percebi que gosto muito de tilápia e robalo), e com o tempo vou aprender sobre o sabor dos outros. Dizem que os japoneses adoram um bom peixe branco.
5 fatias de sashimi de peixe branco tem (em média) 55,16 kcal e gordura variável – mas com tendência a ter pouca gordura.
 
Niguiri Sushi de Polvo
Terceiro colocado: Polvo. Eu não sou a maior fã de polvo, mas sei de várias pessoas que amam! Na verdade o polvo é mais chatinho de preparar. Quando eu fazia meu curso no Senac nós preparamos na pressão, mas fiz um curso de sushi uma vez (sou prendadíssima!) e o professor ensinou uma técnica de choque térmico. Aqui nesse vídeo o Claude Troisgros (que eu adoro) ensina também.
5 sashimis de polvo tem (em média) 69,24 kcal e 0,6 g de lipídio
 
Quarto colocado: Atum. O meu peixe preferido! Adoro atum! Ele é o penúltimo da lista. 5 sashimis de atum tem (em média) 88 kcal e 0,6 g de gordura. Pouquinho né? Dá pra fazer a festa.
Quinto colocado: truta salmão (ou salmão). O salmão é o queridinho da maioria. Eu gosto de salmão, mas prefiro o atum. Já contei aqui nesse post sobre o salmão que comemos no Brasil. É uma discussão longa sobre esse peixe … Bem, eu não paro de comer – na comida japonesa – porque acho gostosinho. Mas claro, temos que saber o que estamos comendo né?
5 sashimis de salmão tem (em média) 150 kcal e 7g de gordura. 
 
Ou seja, pra quem está querendo emagrecer, o excesso de salmão pode ser um vilão.
 
Como regra básica do restaurante japonês, é sempre preferir as preparações com menor quantidade de arroz, menos frituras e tomar bastante água: o shoyu é muito rico em sódio! E claro, frequentar um restaurante japonês de confiança, afinal, as carnes são cruas e há muita manipulação, aumentando os riscos de contaminação alimentar.
Japoneses que eu curti!
Em São Paulo há váááááários restaurantes japoneses legais – e eu não fui nem em um décimo deles. Dos que eu fui e gostei muito estão o JAM (da bela cintra) http://www.jamwarehouse.com.br/ e o Kampai (do itaim). Mas tem vários outros como o osaka e o nagayama.
Em Belo Horizonte eu amo o Rokkon (tanto de Lourdes como do pátio savassi) e o sushi naka também é super gostoso (há tempos que não vou, mas era bem legal). E também o Sakana.
No Rio me decepcionei totalmente com o Sushi Leblon (aliás, não pretendo voltar nem sob tortura), mas fui uma vez no Benkei de ipanema e gostei muito (já tem um tempo, mas adorei).
Em Brasília eu amo o New Kotto (que fica na 212 sul)! Amo mesmo, acho uma delícia, não só os pratos frios, como os pratos quentes.

Em Natal eu já fui em um japonês ótimo também… mas não lembro o nome (dããrrr). Lembro que tinha uma caneca de chopp estilo starbucks bem gelada, e era uma comida ótima. Mas sem nome não adianta nada né…

Em Salvador também fui em um ótimo, que os sushis eram escolhidos pelo chef – você fala os peixes que prefere, e ele faz os sushis ‘gourmet’. Também não lembro o nome, mas posso dizer que era perto do mercure do rio vermelho! Talvez isso ajude (ou não!).
Em NY fui em um japonês MUITOOOO bom, o Rio&You (fica na 328 W 45th Ave). É um japonês sensacional, pequenininho, uma delícia. São vários japoneses que atendem, eles servem uma sopinha, uma sobremesa deliciosa… e o sushi é inesquecível. Olhando aqui na internet vi que algumas pessoas reclamaram que está fechado! Mas como já tem um tempo que fui pra lá não sei! Se alguém souber, fica a vontade pra comentar aqui.
Se eu visitar mais algum restaurante japonês legal por aí, conto pra vocês!
Espero que vocês tenham gostado!
Beijos,
Marina