Dieta Dukan

16 de outubro de 2013

Reflexão: a ditadura da magreza

16 de outubro de 2013

Vou contar sobre a dieta Detox

16 de outubro de 2013
empty image
empty image
A febre da dieta detox não para! Na verdade, parece só aumentar. Muitas pessoas tem me perguntado sobre essa ‘modalidade’, se funciona, se pode ou deve fazer, etc.
A dieta detox é uma técnica da nutrição funcional que tem como objetivo eliminar as toxinas do corpo, acelerar a queima de gorduras, melhorar a digestão e o funcionamento intestinal, evitar a retenção de líquidos e rejuvenescer. E será que ela cumpre todos esses papéis?
Geralmente a dieta detox é feita por poucos dias (até 7 dias) e conta com a ingestão de frutas, sucos, chás e grãos integrais, além de excluir todo tipo de alimento industrializado – algumas vertentes excluem a lactose e o glúten. São vários tipos de modalidade, mas de uma forma geral, esta é a idéia central.Para entender e julgar se é necessário ou não, explicarei com detalhes cada idéia da detox.

Eliminando toxinas

Você me pergunta: quais toxinas? Geralmente a resposta dada é  ‘ahhhh, Radicais Livres!!’. O que eu percebo é que 1) a maioria das pessoas nem sabe o que são radicais livres 2) não sabem também o que causa o aparecimento de radicais livres.
Os radicais livres são átomos ou moléculas altamente instáveis e reativos, que circulam pelo corpo e podem causar danos. Eles são formados por vários fatores: radiação, fumo, poluição, contato com solventes, remédios, exercícios extenuantes, dietas rigorosas, alimentação inadequada, etc. Os antioxidantes são os elementos essenciais para combater estes radicais livres, e são produzidos pelo próprio corpo, muitas vezes a partir de vitaminas, minerais e outros.
A intenção principal da dieta detox é eliminar esses radicais livres através da alimentação. De acordo com quem indica este tipo de dieta, os alimentos tem o poder de melhorar o funcionamento do fígado e dos rins, fazendo com quem eles filtrem melhor o sangue e eliminem as danosas toxinas.
Mas não existem provas contundentes de que algum alimento tenha a capacidade de acelerar o funcionamento de qualquer desses orgãos. O que aumenta a eliminação de excessos tóxicos do corpo é o consumo alto ou regular de água: afinal, quanto mais água você toma mais você urina, eliminando as substâncias danosas para o corpo.
Ou seja: comer os alimentos que a dieta detox sugere (geralmente sucos e sopas de verduras e frutas) não vai fazer você eliminar toxinas pelo simples fatos de comê-los, mas sim porque são alimentos ricos em água e minerais essenciais na formação e eliminação da urina.

Queimando Gorduras – emagrecendo com detox

Para emagrecer a matemática é simples: não ingerir mais energia do que gastamos. Uma típica dieta detox tem restrição calórica (algumas chegam a 800 kcal por dia!!!). Alguns irão dizer ‘ahhhh, mas eu emagreci!’. A sensação de emagrecimento pode ser causada pela eliminação de líquidos – o que é ótimo! Mas se houver perda de peso, muito cuidado: você pode estar perdendo massa muscular ao invés de gordura, o que não é nenhum pouco benéfico.

 

Alguns alimentos da dieta detox tem essa promessa de queimar gorduras bem pontuada: são os alimentos termogênicos. Estes alimentos são aqueles que o corpo tem uma dificuldade aumentada de digeri-los, e para isso gastam mais energia (calorias!) para realizar a digestão: mas isso não quer dizer que eles queimem gorduras de maneira mais rápida ou efetiva. Para um alimento ser termogênico a tempo de fazer uma grande diferença na quantidade de energia gasta, deve ser ingerido em enormes quantidades.
Faço a pergunta: adianta fazer uma dieta muito restritiva e depois voltar a se alimentar mal, bebendo pouca água, comendo menos frutas e poucas fibras? Você perde os quilos, mas depois recupera!

Melhorar a digestão e o funcionamento intestinal

A dieta detox promove uma melhora da digestão pois na sua base estão os alimentos líquidos ou pastosos. É claro que o corpo tem mais facilidade de digerir alimentos nesta consistência: o trabalho de ‘quebrar’ a comida em pedaços pequenos é menor ou quase inexistente. Além disso é uma fase onde as as pessoas se alimentam com pouca gordura e proteína – que tem uma digestão mais lenta. Por ser uma dieta rica em frutas, legumes, verduras (ou seja, muita fibra!) e água o intestino funciona de uma maneira melhor!

Evitar a retenção de líquidos

 

A dieta detox é riquiííííííííííssima em líquidos: e são eles os grandes responsáveis por ‘desinchar’ quem faz. Se você quer dar adeus ao inchaço a adquirido depois de um período regrado a comidas salgadas e/ou industrializadas e alcóol, beba água, muita água.

 

Rejuvenescimento

Difícil né? Acho que a única coisa que faria alguém rejuvenescer é voltar no tempo. A cada ano que passa, envelhecemos. Não é uma dieta de 7 dias que vai fazer você ficar mais jovem. Uma alimentação equilibrada sim, pode ‘atrasar’ o envelhecimento. Mas rejuvenescer é fisiologicamente difícil – para não dizer impossível.

Desintoxicar de glúten e lactose

Eu já escrevi sobre as restrições de glúten e lactose das dietas. Assim você pode ler e tirar suas próprias conclusões.

E porque as pessoas fazem a dieta detox?

Alguns motivos históricos, comportamentais e comerciais podem justificar esse hábito do detox.
Historicamente a dieta detox é antiga, e foi descrita em 1940 pelo americano Stanley Burroughs como dieta Master Cleanser. Em 2004 outro americano, Peter Glickeman, publicou o livro Lose Weight, have more energy and e happier in 10 days – que no ‘frigir dos ovos’ é uma releitura da primeira versão. Essa dieta fez muito sucesso pois vários artistas de Hollywood aderiram a essa prática (e hoje o livro está na sua terceira edição).
No sentido comportamental, sabemos que várias pessoas são movidas por novidade e modismo. Quem nunca se sentiu interessado em saber sobre as dietas da moda que prometem milagres? A maioria das pessoas que vivem na tentativa de emagrecer já tentaram todos os tipos de dieta, e a detox é mais uma delas. A onda fitness da internet tem movimentado essa proposta, gerando um consumo desse tipo de dieta e claro, lucro para quem apoia e fornece. Há profissionais ‘especializados’ em detox, linhas de produtos detox (vários congelados e com doses de sódio, o que contradiz o fato da dieta detox ser ‘natural), cremes detox, chá detox… Uma gama de produtos com objetivo principal de ‘detoxificar’.
E vamos combinar: a porcentagem de pessoas que se descuida da alimentação aos fins de semana é imensa. A grande maioria paga os efeitos dos exageros no espelho ou balança na segunda feira. A sensação de ‘tudo está perdido’ é constante e todo mundo quer um milagre para isso – até eu gostaria de um milagre. Então a dieta detox cai como uma livre: rapidamente estamos livres daquele inchaço que incomoda.
Outro motivo é simples: muitas pessoas passam a vida querendo emagrecer mas nunca fazem nada para isso. Um belo dia resolvem lutar contra a balança e recorrem as dietas milagrosas. A pequena parcela que sobrevive migra da dieta milagrosa para a alimentação saudável, e é claro, mantém ou aumenta a perda de peso. Mas pra que colocar a culpa em algo tão normal como a alimentação saudável né? Muito melhor acreditar no milagre! -> é como as pessoas pensam, em geral.

Quem deve ou pode fazer detox?

Se você é essa pequena parcela que sobreviveu a restrição calórica da dieta detox (ou qualquer outra dieta da moda) e essa técnica foi apenas o começo para estimular, meus Parabéns! Se aprendeu a importância de uma alimentação regrada e saudável, sem excessos constantes, e com brechas para realizar seus prazeres gastronômicos, você é realmente uma vencedor (ou vencedora)! Provavelmente você era daqueles que vivia a base de salgadinhos, caldo Knorr, sal aos montes e se sentiu muito mais disposto quando iniciou a detox – que te deu o empurrão necessário para uma mudança de hábitos que durará para sempre.

Há uma série de pessoas que vivem querendo emagrecer mas não fazem nada para tal. Vivem esperando milagres, apostando em dietas que prometem mundos e fundos. Geralmente é do tipo que senta no meu consultório e fala ‘não acredito em nutrição, em dieta, já sei tudo o que se pode comer e o que não pode’. Se você é assim, um recado: não perca as esperanças. Existe solução sim. Não pode ter pressa. Muitas pessoas engordam 10 quilos durante 10 anos e querem perder em 10 semanas, o que é totalmente contra a saúde. O detox pode ser o início de uma mudança de hábitos, desde que você consiga se reeducar depois. Ainda assim, para essas pessoas, sempre digo que devem ter muita calma, consciência de que os hábitos terão que mudar e que, se não houver pressa, todo mundo chega lá.

Mas se você está bem com seu corpo e sua saúde, se alimenta bem, pratica atividades físicas regularmente, não vejo necessidade. Afinal, a dieta detox é uma dieta ultra restritiva, que muitas vezes não sinaliza saúde!
Saúde para mim é equilíbrio. É ter consciência do que você consome, e dos efeitos que esse alimento terá no seu corpo. É saber o que está fazendo, porque está fazendo e principalmente, ser orientada por quem sabe o que faz. Muito cuidado com os modismos e os milagres: eles só ajudam nas frustrações!

Qual a conclusão sobre a dieta detox?

A dieta detox não faz milagres, definitivamente. O certo é procurar um nutricionista sério, conversar sobre seus hábitos, dificuldades… Costumo dizer que quem tenta de tudo consegue pouco: ou seja, se você é daquelas pessoas que vivem em função de 1000 tipos de dieta, pare e pense se esta não é mais uma solução que só vai te fazer passar por frustração.

Para ter uma vida ‘sem toxinas’ de verdade – pelo menos as adquiridas pela alimentação – basta comer frutas, legumes e verduras, evitar as frituras, congelados e excessos de sal. E beber muito líquido. Assim você estará incorporando uma alimentação saudável ao seu dia a dia. E quem realmente tem uma vida com saúde, não precisa de detox!

E muito cuidado, principalmente quem pratica exercícios. Muitas pessoas afirmam que a dieta detox nada atrapalha no rendimento das atividades, mas isso pode ser um engano. Comendo menos e gastando a mesma quantidade de energia, você pode ter sintomas como cansaço, tonturas, dores de cabeça, fadigas… Muita atenção!

Espero que tenha ajudado!

Beijos,

Marina