Bolo de Cenoura pra Cicita

A Cicita – que na época era tia Márcia, apenas – sempre me recebeu muito bem na casa dela. Desde quando eu e minha amiga Maria Tereza éramos apenas estudantes de nutrição mais interessadas nas micaretas do que na bioquímica.

Sempre tinha um pão de queijo ou um bolinho cheio de carinho pronto pra gente. Depois de um tempo em BH ela se mudou pra Brasília. O que parecia ser ruim, já que eu não iria ter a fofura da Tia Márcia por perto... ficou ainda melhor! Cada final de semana na capital federal era um flash. O negócio ficou tão bom que apelidamos minhas visitas de Cicita’s weekend. Finais de semana memoráveis.

O bolo de fubá super cremoso da Cicita acompanhou momentos peculiares enquanto estava em Brasília, como da vez que fui com ela socorrer uma amiga com o coração partido e depois fiquei comendo bolo e ouvindo os conselhos amorosos da Cicita. Conselhos esses que me faziam chorar de rir, principalmente quando envolvia alguém que ela e nós conhecêssemos.

Sabe aquela mãe de amiga que te faz se sentir mais a vontade que a própria amiga? É a Cicita.

Eu não sei (ainda) fazer bolo de fubá. Mas hoje fiz questão de fazer o único bolo do meu repertório: bolo de cenoura. Tudo pra receber Cicita na minha casa.

WhatsApp Image 2017-12-14 at 17.21.50.jpeg

Bolo de Cenoura para Cicita

3 cenouras

4 ovos

1 xícara (chá) de óleo (usei de girassol)

1 xícara (chá) de açúcar (usei mascavo)

2 xícaras (chá) de farinha de trigo (usei farinha branca)

1 colher (sopa) de fermento em pó

1 pitada de sal

Manteiga derretida (para untar a forma)

Unte uma assadeira redonda, de 24 cm, com o fundo removível. Primeiro passe a manteiga com um guardanapo e depois polvilhe farinha de trigo;

Ligue o forno a 180 graus para pré-aquecer;

Em uma vasilha funda, peneire a farinha de trigo, o sal e o fermento;

Descasque as 3 cenouras e corte em cubos.

            Dica: Se a cenoura for orgânica, melhor ainda. Ela tem o sabor mais adocicado.

Em um liquidificador, coloque as cenouras, o açúcar e o óleo. Em um pote separado, quebre o ovo um por um. Assim que verificar que estão todos bons, despeje no liquidificador.

           Dica: eu geralmente uso o mixer ao invés do liquidificador. Se você tiver um, é mais fácil para limpar depois.

Bata todos os ingredientes que estão no liquidificador até ficar uma mistura homogênea. Depois, despeje delicadamente na mistura de farinha, sal e fermento. Com um garfo ou fouet (aquele arame de bater claras de ovos), misture delicadamente.

Despeje sobre a forma e asse por 40 minutos ou até o bolo assar por completo.

Desligue o forno e deixe o bolo lá dentro até esfriar. Só depois desenforme.

Calda de Chocolate

½ xícara de creme de leite (usei o fresco)

1 ou 2 colheres de achocolatado (usei nescau)

1 colher (sobremesa) de manteiga

Misture tudo numa panela pequena. Coloque em fogo médio e vá mexendo. Essa mistura irá ferver. Siga mexendo até que ela engrosse no ponto que você achar melhor.

A receita original leva açúcar, mas achei que assim ficaria mais leve. Você pode também fazer a receita original (que é do Hugo meu amigo) com 1 caixa de creme de leite, 5 colheres de nescau, 1 colher de açucar, 1 colher de manteiga