PÕE NO COPO: LENTILHA

Semana passada eu escrevi sobre o grão de bico: uma leguminosa que comecei a comer depois que me mudei pra São Paulo. O mesmo aconteceu com a lentilha. Eu tenho a impressão que aqui é uma alternativa muito frequente para o feijão.

Talvez também pela quantidade de restaurantes árabes, é algo mais presente. Hoje em dia meu consumo é considerável, e apesar de não amar, em determinadas preparações acho bem gostoso. Antes mesmo de me acostumar com a lentilha, a única época que ela aparecia era nessa época, o Reveillon.

Recorri ao Dr. Google pra saber porque a lentilha é consumida no Ano Novo. No site Terra, encontrei o seguinte:

“Grãos, como por exemplo a a lentilha, se assemelham a moedas. Em muitos países as pessoas os comem para ganhar dinheiro e ter um próspero Ano-Novo. Alguns dizem que também dá sorte comer uma ervilha para cada dia do ano.”

E dizem ainda que é um hábito herdado dos italianos. Se procede ou não essa informação, eu não sei. Só sei que adoro sopa de lentilha com linguiça e cenoura. Uma vez tomei e nunca mais esqueci! Ah, e também curto arroz com lentilhas!

lentilhapronto.jpg

QUANTIDADE

2/3 de um copo americano de lentilha seca equivalem a 1 porção sugerida pela tabela nutricional das embalagens de lentilha.

Assim como o grão de bico, o arroz e o feijão, a lentilha ganha tamanho quando cozida, portanto, considere que essa quantidade irá aumentar quando estiver pronta.

ARMAZENAMENTO

A lentilha cozida dura, em média, 5 dias na geladeira. No congelador, pode ser deixada por até 6 meses. Assim como o feijão, sugiro congelar a lentilha cozida e já nas porções que serão consumidas - e sem temperar antes. Deixa pra temperar na hora, assim você resgata aquele ‘frescor', sabe?

Você pode comprar a lentilha já em embalagens e também a granel, e essa última opção é ótima pra quem consome muito, por razões de custo/benefício.

PREPARO

lentilharitalobo.jpg

Pareço uma vitrola quebrada, mas assim como o feijão e o grão de bico, é legal deixar a lentilha de molho antes de cozinhar. E dá pra fazer na pressão ou na panela comum - e honestamente, prefiro essa segunda opção, porque acho mais fácil deixar a lentilha al dente, e mais gostosa.

Aqui no Brasil comemoramos o ano novo com um sol para cada cabeça, então não orna muito sopa de lentilha nessa temperatura. Recorri a nossa querida Rita Lobo pra pensar numa receita de lentilha para sugerir. Essa de salmão com abacate parece uma delícia, além de super fresquinha:

https://www.panelinha.com.br/receita/Salada-de-Salmao-com-lentilha

Não teste, mas se você não tiver salmão, pode servir com um peixe branco e laranjas, que super combina com o sabor da lentilha.

E você? Tem hábito de comer essa leguminosa no ano novo? Se sim, como costuma fazer?

Até a próxima e um feliz 2019!

PÕE NO COPO: Macarrão ninho (e uma dose extra de espaguete)

PÕE NO COPO: Macarrão ninho (e uma dose extra de espaguete)

Macarrão é uma delícia. Eu comecei a série com o penne, passei pelo ave maria e não ia deixar outras versões de lado: as minhas preferidas. Macarrão ninho e espaguete não saem nunca do meu armário. Como uma amante de macarrão alho e óleo ou apenas com um bom molho de tomate temperado, eles são indispensáveis.

Ninho e espaguete são fáceis de medir.

Read More

PÕE NO COPO: Macarrão Ave Maria

PÕE NO COPO: Macarrão Ave Maria

Já falei aqui que amo sopas. No inverno ou no verão, sopas são sempre bem vindas. Quando me mudei pra São Paulo, aprendi a tomar sopa de feijão, que hoje em dia é uma das minhas preferidas. E como perdi o medo da panela de pressão e aprendi a fazer um feijãozinho fresco gostoso que só ele, a sopa de feijão é uma constante aqui em casa - fácil, rápida e muito reconfortante.

A minha sopa de feijão leva feijão (claro) e macarrão Ave Maria, que é outro ingrediente que sempre tem aqui em casa. Acho uma simpatia esse macarrão tão pequeno, e ele completa qualquer sopa - não só a de feijão.

Read More

PÕE NO COPO: QUINOA

PÕE NO COPO: QUINOA

Na primeira vez que provei quinoa, não gostei. Na segunda, não cozinhei direito, comi uma quantidade maior e tomei umas biritas… passei mal. Não foi legal. Na terceira vez comi e gostei: na casa da minha amiga Bel, ela preparou uma salada de rúcula, quinoa e coalhada seca que tava uma delícia.

Agora como quinoa. Aprendi a prepará-la. Eu não sou a maior fã, mas também não nego. Acho que fica uma delicia na salada. Fiquei muito tempo sem comer, até que ganhei uma direto da fonte: veio da Bolívia para meus braços. A Gabi, uma paciente muito querida, me trouxe. E eu retomei o meu hábito de comer quinoa, principalmente nos dias de almoços leves e breves.

Read More

PÕE NO COPO: RISOTTO

PÕE NO COPO: RISOTTO

Risotto foi o primeiro prato que preparei para outras pessoas experimentarem, quando ainda estudava no Senac. A experiência não foi muito boa: o risotto não cozinhou! Mas insisti e aprendi a preparar esse prato tão democrático e fácil.

Um dos meus carros chefes também é o risotto: de bacalhau com linguiça, ele sempre faz sucesso. Além de ficar coloridíssimo, é cheio de sabor.

Para a versão Risotto do #PõeNoCopo, usei o arroz arborio. Mas outros tipos de arroz também podem ser usados: o carnaroli ou o vialone nano. Eu sempre uso o arborio pois é o mais fácil de ser encontrado, mas se você for usar outro, a medida é a mesma!

Read More