Postagens com tags eatgirl
PÕE NO COPO: Macarrão ninho (e uma dose extra de espaguete)

Macarrão é uma delícia. Eu comecei a série com o penne, passei pelo ave maria e não ia deixar outras versões de lado: as minhas preferidas. Macarrão ninho e espaguete não saem nunca do meu armário. Como uma amante de macarrão alho e óleo ou apenas com um bom molho de tomate temperado, eles são indispensáveis.

Ninho e espaguete são fáceis de medir.

Leia Mais
PÕE NO COPO: RISOTTO

Risotto foi o primeiro prato que preparei para outras pessoas experimentarem, quando ainda estudava no Senac. A experiência não foi muito boa: o risotto não cozinhou! Mas insisti e aprendi a preparar esse prato tão democrático e fácil.

Um dos meus carros chefes também é o risotto: de bacalhau com linguiça, ele sempre faz sucesso. Além de ficar coloridíssimo, é cheio de sabor.

Para a versão Risotto do #PõeNoCopo, usei o arroz arborio. Mas outros tipos de arroz também podem ser usados: o carnaroli ou o vialone nano. Eu sempre uso o arborio pois é o mais fácil de ser encontrado, mas se você for usar outro, a medida é a mesma!

Leia Mais
Sopa de Alho Poró e Cogumelo

De todos os grupos de whatsapp que participo, um deles é meu preferido, e começou com um nome que nos leva pro destino dessa receita: Tour de France. Encarnei o francês, fiz o Lavoisier e levei a sério a expressão “Rien ne se perd, rien ne se crée, tout se transforme , preparando uma sopa de alho poró com cogumelos que é muito fácil de fazer!

Leia Mais
Viajar e engordar

Já vou começar dando spoiler: se você está no seu peso através de qualquer controle excessivo, a chance de você ganhar peso numa viagem é grande.

Isso acontece porque qualquer coisa que nos tire daquela rotina extremamente controlada vai fazer que o nosso corpo, sedento por energia, estoque-a. Inevitável.

Mas esse ganho de peso durante as viagens não deveria ser uma grande questão. Primeiro porque você está viajando, se divertindo, curtindo, a última coisa que deveria se preocupar é com o peso. Se preocupar com alimentação? Ok, desde que seja para pensar onde comer, entender a cultura local através dos alimentos e claro, não passar todo o tempo investindo nos fast food. De resto, não há porque se preocupar.

Leia Mais
Conservação: cebola

Um dos ingredientes mais essenciais da culinária: cebola. Pelo menos aqui no Brasil não se faz frango, carne, molho... nada sem cebola!

Sei também que tem gente que não gosta de mastigar os pedacinhos dela. Mas pra quem gosta, sei que bate a maior preguiça na hora de cortar! Eu já dei uma dica aqui de como cortar com mais facilidade - e sem chorar!. Mas e se você puder cortar num dia que estiver com mais pique e deixar pronto para usar durante a semana? E se você quiser cortar na hora, como fazer para escolher a melhor cebola do supermercado? Uso a cebola comum ou a roxa?

Muitas perguntas? Aqui as respostas:

Leia Mais
Conservação: ervas

Provavelmente você já ouviu alguma recomendação do tipo: "substitua o sal por temperos naturais, evitando o excesso de sódio". Você não precisa deixar de usar o sal, mas para ele não ser consumido em excesso, é bem interessante usar ervas e temperos.

Para começar eu elegi alguns básicos da cozinha: salsinha, tomilho e alecrim. O manjericão ficou de fora porque ele é o mais difícil armazenar e mais fácil de cultivar: em qualquer supermercado você encontra um vaso com o manjericão plantado e o segredo é regar um pouco todos os dias e cortar as flores que nascerem. 

Leia Mais
Para Vovó Íris

Eu puxei sua mexeriquice e fui fuçar no seu livro de receitas antigo. Não me lembro de muitas coisas que você preparava, mas lembro da comida da sua casa. Do intervalo de duas horas entre cada refeição e sua insistência para que a gente comesse. Da broa, do polvilho, e até de coisas que eu não gostava, como o salpicão misturado com 289 ingredientes. 

Leia Mais
Coma comida, não em excesso

Michael Pollan foi o escritor dessa frase. Não interessa se são bananas os balas, o segredo está na moderação. Não é porque algo é saudável - ou tem cara de saudável - que você deve comer em excesso. Aliás, esse conceito de saudabilidade é algo que me irrita. Pêras são alimentos naturais, cheios de vitaminas, fibras e minerais. Mas isso não significa que eu deva comer 5 pêras por dia. Refrigerantes são bebidas adoçadas artificialmente que não me prejudicarão se decidir tomar 1 copo enquanto como minha pizza aos domingos. 

Leia Mais